Bali

Bali
Bali - Indonesia
Bali – Galería Fotográfica

Com praias negras larguísimas e esplendidas postas de sol, e uma vegetación verde e exuberante que chega até pede de praia.

Os prazeres de Bali são indiscutivelmente asiáticos, comida extraordinária,  masajes   de morrer, paisagem e praia de sonho, arte por todos os lados, shopping, nativos amabilísimos, hotel esplendidos, e tudo a uns preços muito asequibles, e sobretudo descansar. Bali é uma ilha em onde o que mais apetece é se atirar a ver o mar.

A cidade para os turistas em UBUB . Esta antiga cidade é encantadora para o visitante, há um ambiente hippy europeu muito agradável, e tanto a própria cidade como os templos dos arredores são dignos de lhes dedicar uns quantos dia.

Nesta cidade um se sente muito cómodo,  e tranquilo, é uma cidade segura e onde apetece passear, desfrutar da comida, os locais occidentalizados, a música, as lojas, i conhecer sua gente.

Nós nos alojamos no hotel NIRVANA, www.nirvanaku.com , onde seu proprietário faz honra ao nome do Hotel.

Mergulho em AMED  (COSTA ORIENTAL DO BALI)

Praias cheias de barcos pesqueiros, que é a actividade principal da zona oriental de Bali, nos recorda que Bali é uma ilha muito turística no sul, lugar como Sanur  ou Kuta são lugares parecidos  à praia mais turística de qualquer  zona de litoral da península. Como dizia, nos recorda que na ilha de Bali há zonas nada turísticas e de uma autenticidad e beleza característica de Indonésia.

Mergulhar na costa de AMED tem seu encanto, mas tem algumas carências importantes, como por exemplo, ao ser a areia negra, a visibilidade fica muito reduzida, nas praias também não há muito coral do que desfrutar porque são praias praticamente de areia, onde o coral não existe. Os nativos fazem esforços por encher suas praias de pequenos trozos de barcos afundados, ou amasijos de ferros, ou conglomerados de cemento ou garrafa, ou inclusive figuras afundadas, para que o coral e a vida cresçam em suas praias.

Nós estivemos alojadas no Hotel Uyah Amed & Spa-Resort, www.hoteluyah.com , que dispõe de um centro PADI, bem equipado e com bons profissionais.

Desde o Hotel saímos desde a mesma praia, ou com uma lancha para realizar umas imersões, não demasiado espectaculares, mas se boas como tomada de contacto com o mergulho.

Nesta zona não há correntes e a água tem uma temperatura agradável.

Realizamos diferentes imersões sem passar de 26 metro de profundidade, e não mais de 1 hora.

Mergulho em TULAMBEN (COSTA ORIENTAL DO BALI)

O atractivo do mergulho em Tulamben são os restos do naufrágio do cargueiro estadounidenses Lyberty.

No momento da entrada dos Estados Unidos na Segunda Guerra Mundial, dezembro de 1941, o cargueiro USAT Liberty realizava a rota desde Austrália a Argentina, com um cargamento de peças de comboio e caucho. O 11 de janeiro de 1942 o cargueiro foi torpedeado por um submarino japonês a 19km, ao sudoeste do estreito de Lombok. O destruidor Paul Jones arrasto o cargueiro até a costa norte de Bali para poder salvar o cargamento.

O Lybertry ficou varado na costa de Bali, em Tulamben até 1963, onde uma erupção do Monte Agung deslizo o navio até a praia e baixo engullido pelo mar a uns 50 metro da costa, e entre 10 metro e 30 de profundidade, através de seus 120 m. de longo.

Aqui a praia é diferente de Amed, são praias de guijarsos e rochas duras, negras e redondas que fazem nada atraente a praia para tomar o sol. A gente que se dirige aqui é basicamente buceadores.

Os nativos têm-no muito bem organizado, desde o hotel, com um Toyota te transladam com toda a equipa de mergulho ao lugar da costa onde está o barco. Uns transportadores, normalmente mulher, levam as equipas na cabeça, incluídas as garrafas de oxigeno até o mesmo lugar da praia onde tua inicias a imersão, e ali começa a aventura.

Descobrir um navio da segunda guerra mundial nas profundidades do mar tem seus alicientes acrescentados ao mergulho, não só mergulhas e vês a quantidade de coral e vida marinha que cresce ao redor e nos navios, senão que ademais desfrutas de poder entrar em salas do navio, ver escadas, timão, e um ambiente  de luzes e sombra, de azuis profundos rompidos por um fio de luz solar, e de toda a classe de animais marinhos de mil cores, peixe payaso, anémonas, barracudas gigantes, esponjas, peixe anjo, peixe rocha, peixe leão,… em fim, uma vida maravilhosa que te deixa com a boca aberta, os sentidos anonadados e a mente feliz.

Realizamos diferentes imersões sem passar de 26 metro de profundidade, e não mais de 1 hora.

A temperatura do água era francamente baixa por ser o mês de julho, e a visibilidade escassa, ainda que suficiente.

Mergulho em NUSA LEMBOMGAN (ILHA SUR DE BALI)

Nusa Lembomgan faz parte de um grupo de três ilhas ao sul de Bali, Nusa Penida,  e Nusa Ceningan.

As águas que rodeiam a estas três ilhas conta com algum dos melhores lugar para mergulhar de Indonésia, de praias de areia branca, com quantidade de algas, que fazem que a visibilidade da água seja estupenda, ainda que neste caso, a ilha está rodeada de diferentes correntes, em alguns casos bastante fortes, como é no estreito que separa a ilha Nusa Lembogan de Nusa Ceningan.  Em fim, um paraíso para o mergulho.

Nós estacionamos nossos bártulos em Nusa Lembomgan, também paraíso do Surf, ilha de pescadores, e de imensas plantações de algas nas praias que os nativos se encarregam de cultivar, recolher e limpar para sua posterior venda a ocidente como matéria prima para cosméticos.
Os pontos de imersão de Nusa Lembongan são diversos e todos apasionantes, com quantidade de vida de coral e de animais.

Nós estivemos instaladas no hotel Sttip Wrecks. Este lugar com sozinho três habitações tipicamente balinesas é estupendo, tranquilo, e com uns donos encantadores e amabilísimos.

Nesta zona só estivemos a fazer snorkel, em Mushroon Beach, Dream Beach, Cristal By, ainda que o lugar era para fazer mergulho, mas a cercania de nossa partida em voo a Barcelona nos obrigou a não mergulhar.